Contusão das lágrimas nos olhos e concussão das criptas e retina

Muitas pessoas não sabem que é possível restaurar a visão com as cápsulas CleanVision. Este é um complexo que contém componentes exclusivos projetados para o tratamento e prevenção de doenças oculares. Segundo o fabricante deste medicamento, agora não há produtos similares com essas propriedades terapêuticas!Cápsulas para restauração da visão - Cleanvision

Descrição detalhada da droga Cleanvision pode ser lido neste artigo. Site oficial do fabricante da cápsula Cleanvision localizado neste endereço: https://cleanvisionnd.com/

Não deixe de dizer a melhor droga para as pessoas que têm problemas de visão!

Criptas de ruptura

A ruptura da cripta com trauma contuso é subconjuntival ou aberta, manifestada por hipotensão do olho, presença de uma ferida e apresentação, ou protrusão de tecido escuro (coróide). Além disso, pode haver uma câmera frontal profunda. A ruptura da esclera com prolapso e danos às estruturas internas do olho é acompanhada por uma diminuição acentuada das funções visuais e requer intervenção cirúrgica imediata.

As rupturas da coróide devido à contusão ocular têm uma forma, tamanho e localização diferentes. Dependendo disso, a acuidade visual pode diminuir e os escotomas aparecem no campo de visão. As rupturas da coróide durante a primeira semana após a lesão podem ser invisíveis, pois quase sempre são acompanhadas de hemorragias sub-retinianas extensas que cobrem o local do dano.

Durante a oftalmoscopia, são observadas faixas arqueadas em forma de fenda, em forma de fita, de cor branca, geralmente localizadas concentricamente em torno do nervo óptico, com bordas claras e um conjunto de aglomerados de pigmentos nessas bordas. A retina, respectivamente, da área de ruptura é um pouco edemaciada e promove levemente. Os vasos retinianos atravessam a região de ruptura sem interrupção.

O tratamento visa a reabsorção de hematomas e edema dos tecidos circundantes com a ajuda dos medicamentos listados anteriormente.

Contusão retiniana

Contusões retinianas são um companheiro constante de lesões oculares contundentes; elas ocorrem com lesões oculares penetrantes e não penetrantes. A pesquisa oftalmológica está disponível em suas manifestações mais insignificantes. As contusões retinianas são caracterizadas pela turbidez, pelo aparecimento de áreas acinzentadas e branco-leitosas. Os vasos retinianos nesses locais adquirem contornos pouco claros e parecem estar perdidos no tecido alterado. Se as opacidades estão concentradas na área da mácula da retina (isso acontece com frequência), elas têm a aparência de uma estriação acinzentada do radar; geralmente, não são detectados reflexos na mácula e na fossa central da retina.

Cleanvision  Foto de olho de tracoma, sintomas, tratamento, patógeno

É observada uma redistribuição pronunciada de pigmento. As contusões retinianas são acompanhadas por escotomas centrais e para-centrais, relativos ou absolutos, estreitamento dos limites do campo visual para branco e outras cores, diminuição da adaptação escura e às vezes acentuada diminuição da acuidade visual. A turvação que ocorre imediatamente após a lesão e nos próximos dias (a chamada nebulosidade de Berlim) desaparece ou deixa um afinamento suave do pigmento. A turvação por purcher (angiopatia da retina) ocorre mais tarde, após graves lesões por compressão da cabeça e tórax, ocupando grandes áreas e, como regra, não desaparece por muito tempo. Dependendo da localização, ocorrem vários distúrbios visuais mais ou menos pronunciados.

Uma das consequências mais graves dos tremores da retina é o dano à mácula (mácula). A princípio, a mancha e sua fossa central contra o fundo do edema circundante parecem mais vermelhas do que o normal no olho saudável, um reflexo local claro desaparece. Começa então a formação de lesões manchadas esbranquiçadas e amareladas, intercaladas com aglomerados escuros de pigmento – distrofia. Gradualmente, esses focos aumentam, o que é acompanhado por uma queda acentuada na acuidade visual. Em alguns casos, a distrofia pode ser cística. Os cistos podem se fundir, estourar e cicatrizar, o que ajuda a reduzir ainda mais a acuidade visual e, às vezes, a possibilidade de descolamento de retina.

O tratamento das contusões retinianas consiste principalmente na prescrição de anestésicos (solução a 5% de lidocaína, novocaína), agentes neurotróficos: vitaminas E, grupo B, retinol, ácido ascórbico, etc., bem como cisteína, dibazol, terapia de hipoidratação (solução de glicose a 40% por via intravenosa, Solução a 25% de sulfato de magnésio por via intramuscular).

Rasgo e descolamento de retina

Os limites do descolamento e localização podem ser determinados objetivamente usando técnicas oftalmoscópicas especiais. Especialmente perigosas são as lágrimas na área do ponto e da fossa, na retina, pois nesse caso a acuidade visual diminui acentuadamente e quase irreversivelmente.

Cleanvision  A ptose (omissão) da pálpebra superior tem tudo a ver com doença e tratamento

O descolamento e a ruptura do nervo óptico com lesão ocular contusa ocorrem, em média, em 0,2% dos casos e são acompanhados por cegueira completa instantânea. Se o nervo óptico é rasgado para o local de passagem dos vasos sanguíneos (artéria central e veia da retina), então, inicialmente, não há alterações pronunciadas no fundo. Se a ruptura ocorreu na região da placa etmoidal 1-2 cm posterior a ela, surgem hemorragias maciças no fundo, principalmente na região do disco do nervo óptico. Como resultado da ruptura, a atrofia do nervo óptico ocorre na região do disco, com a separação, a região do disco é substituída pelo tecido conjuntivo. Essas e outras mudanças são irreversíveis.

Deve-se notar que, para determinar a gravidade (grau) da concussão, não é necessário que todos ou a maioria dos sintomas listados estejam presentes.

Freqüentemente, a parte anterior do olho e seu aparelho auxiliar não são danificados, mas há um deslocamento da lente, ou hemoftalmia, ou pode não ser, e ao verificar a visão, apenas a percepção da luz ou a cegueira total são detectadas. Tais sintomas formidáveis ​​são possíveis apenas com rupturas da mácula nas zonas centrais e no nervo óptico. Portanto, nenhum caso de trauma contuso na área dos olhos e da cabeça deve permanecer sem um exame oftalmológico completo. Em uma vítima após uma contusão ou queda de uma pessoa, cada trabalhador médico é obrigado a verificar primeiro a acuidade visual. Não apenas as crianças, mas também os adultos nem sempre podem perceber e estabelecer a data exata da redução ou desaparecimento da visão objetiva nos olhos.

As crianças raramente indicam uma diminuição da acuidade visual em qualquer olho, em alguns casos elas são simplesmente indiferentes a isso e estão mais preocupadas com dor ou visão dupla. Deve-se sempre lembrar que, com lesões aparentemente leves e contundentes, podem ocorrer mudanças visíveis na hemodinâmica e nas funções do órgão da visão. Em lesões moderadas a graves, esses distúrbios são significativos e duradouros, e às vezes irreversíveis, o que afeta drasticamente o estado de acuidade visual e campo de visão, além de outras funções oculares.

Cleanvision  9 maneiras simples e confiáveis ​​de aumentar a potência sem comprimidos

Lesões contundentes do aparelho auxiliar do olho incluem danos nas pálpebras, órgãos lacrimais, conjuntiva, músculos oculomotores e órbitas. Eles, como lesões do globo ocular, são acompanhados por erosão, hemorragia, lágrimas, lágrimas, lágrimas, etc.

Todas as lesões contundentes dos tecidos moles ao redor do globo ocular em sua seção anterior são claramente visíveis. É fácil estabelecer uma alteração nas funções de cada órgão auxiliar (omissão da pálpebra superior, fechamento da fenda palpebral, lagoftalmia traumática, lacrimação, limitação da mobilidade do globo ocular, etc.).

Alterações no aparelho auxiliar do olho localizado em sua parte posterior (na órbita) são manifestadas por exoftalmia devido a hemorragia e edema no espaço retrobulbar, além de enoftalmia como resultado de danos e reposicionamento das paredes da órbita. Independentemente do estado do aparelho protetor (auxiliar) do olho após um trauma contuso, um raio-x da órbita é sempre mostrado nas projeções frontal e sagital para excluir ou confirmar danos aos ossos ou a introdução de um corpo estranho. Deve-se ter em mente que dados anamnésicos das palavras das crianças sobre as circunstâncias e os tipos (causas) de dano são sempre duvidosos.

A primeira ajuda médica e o tratamento adicional de lesões contundentes dos tecidos perioculares visam parar o sangramento (frio, Vikasol, cloreto de cálcio), fortalecer as paredes dos vasos sanguíneos (ascorutina), reabsorção de hematomas e eliminação de edema tecidual. Às vezes, a cirurgia é necessária. Se a integridade do tecido for prejudicada, antibióticos e preparações com sulfonamida (parenteral e tópica) são indicados para evitar infecção secundária. Além disso, não se deve esquecer que, com uma lesão ocular contundente com danos aos tecidos externos (erosão, etc.), deve-se administrar toxóide tetânico (0,5 ml). Para crianças previamente não vacinadas, bem como aquelas vacinadas e revacinadas há mais de 2 anos, adicionalmente soro toxóide tetânico (3000 AU for Unlimited).

Cleanvision Portugal