Sintomas e tratamento da demodecose do olho (carrapato demodex nas pálpebras)

A demodecose (blefarite demodécica) é uma inflamação da pálpebra, conjuntiva ou outra parte do olho que ocorre como resultado de intoxicação constante com os produtos vitais de um parasita da pele, um carrapato demodex. Neste artigo, examinaremos em detalhes o que é a demodicose dos olhos, seus principais sintomas e tratamento com agentes eficazes.

Muitas pessoas não sabem que é possível restaurar a visão com as cápsulas CleanVision. Este é um complexo que contém componentes exclusivos projetados para o tratamento e prevenção de doenças oculares. Segundo o fabricante deste medicamento, agora não há produtos similares com essas propriedades terapêuticas!Cápsulas para restauração da visão - Cleanvision

Descrição detalhada da droga Cleanvision pode ser lido neste artigo. Site oficial do fabricante da cápsula Cleanvision localizado neste endereço: https://cleanvisionnd.com/

Não deixe de dizer a melhor droga para as pessoas que têm problemas de visão!

O que é demodicose ocular

Carrapatos do gênero Demodex são microflora condicionalmente prejudicial, semeiam a pele do paciente e coexistem normalmente com uma pessoa sem danos. O carrapato subcutâneo vive nos ductos da glândula meibomiana (sebácea) da pálpebra ou nos sacos dos folículos capilares. Essa localização é explicada pela secreção dessas glândulas de um segredo constituído por proteínas ou ácidos graxos que alimentam o carrapato subcutâneo.

Normalmente, esse parasita é útil, pois come células mortas e excesso de lipídios na pele. Todo mundo tem um carrapato subcutâneo, portanto não é transmitido. Em um folículo piloso de cada pessoa, até três indivíduos do carrapato demodex vivem simultaneamente. Após 20 a 30 dias, eles morrem, deixando para trás 2-3 descendentes. Nesta quantidade, eles são inofensivos para o corpo.

Os carrapatos nos cílios começam a se multiplicar ativamente na presença de um fator provocador. Portanto, antes de tudo, é necessário se livrar da causa raiz e somente depois – de suas conseqüências. A partir desse momento, o transporte assintomático se transforma em demodicose ocular, que raramente se desenvolve apenas nos cílios ou nas pálpebras. Como regra, a pele do rosto também é afetada ao mesmo tempo e, em casos avançados, outras partes do corpo.

Com o advento de condições favoráveis, o carrapato começa a crescer incontrolavelmente, colonizando o espaço ao redor. E a quantidade de toxina produzida por sua atividade vital aumenta acentuadamente, o que provoca intoxicação grave, uma reação alérgica e causa sintomas de inflamação.

A agressividade da toxina depende de sua quantidade e da reação individual do corpo. Pessoas com tendência a reações alérgicas graves precisam ser tratadas permanentemente para evitar possíveis complicações: edema de Quincke ou choque anafilático.

Quaisquer ações não profissionais são muito perigosas, não deixe de consultar um oftalmologista antes de experimentar sua própria saúde.

Todos os anos, a idade média do paciente, que é mais suscetível à demodicose, fica mais jovem. Nas crianças, essa patologia é rara, mas ocorre. O desenvolvimento e os sintomas em um bebê são os mesmos que em um adulto. A única coisa recomendada é abandonar os remédios populares e ser tratado estritamente sob a supervisão de um especialista.

Cleanvision  Tipos de ceratite regional, tratamento e como evitar a cirurgia

Você pode aprender mais sobre demodecose ocular em crianças e mulheres grávidas no seguinte vídeo:

razões

Considere os fatores que contribuem para a multiplicação de um ácaro demodético na pele das pálpebras, cílios, nos ductos das glândulas sebáceas e folículos capilares.

Olho Demodex, as principais causas:

  1. A demodicose é caracterizada por sazonalidade, exacerbação na primavera e no outono. Esta época do ano contribui para uma diminuição fisiológica da imunidade, deficiências vitamínicas, exacerbação de todas as reações alérgicas.
  2. Exposição a vários fatores externos agressivos, como alta temperatura, produtos químicos, hipotermia, radiação, condições adversas de vida ou profissionais.
  3. Lesões, doenças inflamatórias, consequências de operações no globo ocular.
  4. Doenças do sistema nervoso vascular, endócrino. Doença do trato gastrointestinal, distúrbios metabólicos, doença hepática.
  5. Infecções secundárias concomitantes: adenovírus bacterianos, fúngicos, clamídia.
  6. Distúrbios ginecológicos.
  7. Seborréia, pele oleosa, propensa a erupções cutâneas.
  8. Estresse, fadiga, nervosismo.
  9. O uso de drogas hormonais.

Sintomas

O quadro clínico nos estágios iniciais é muito apagado, facilmente confundido com muitas outras doenças. Recomendamos não fazer um diagnóstico por conta própria, mas visitar um médico.

Demodecose de cílios e pálpebras, os primeiros sintomas:

  • coceira intensa, queimação, descamação;
  • cevada frequente, acne;
  • um sinal do desenvolvimento de carrapatos nos cílios é a perda, colagem, espessamento e vermelhidão da borda das pálpebras; escamas brancas aparecem na base dos cílios;
  • sensação de fadiga, desconforto, peso das pálpebras;
  • acne na pele;
  • sensação de corpo estranho ou areia nos olhos;
  • inchaço das pálpebras;
  • lacrimejamento;
  • deficiência visual, fotofobia;
  • o aparecimento de secreção ocular desagradável;
  • manchas vermelhas ao redor dos olhos e no rosto;
  • secura;
  • aumento da pele oleosa.

diagnósticos

No exame, o optometrista entrevista o paciente, coleta queixas. Então, sob o microscópio, as raízes dos cílios são examinadas quanto à presença de escamas, testes adicionais são prescritos.

O primeiro e mais importante procedimento diagnóstico para suspeita de demodicose é a análise de 3-4 cílios de cada pálpebra. Ao examinar e confirmar o diagnóstico de demodicose, os cílios do paciente são examinados ao microscópio. A presença de mais de três indivíduos em qualquer fase do desenvolvimento em um cílio indica a progressão da demodicose.

A segunda análise informativa da presença de um carrapato é a demodicose dos olhos, que é retirada da pele do paciente. Antes de raspar por um dia, não use maquiagem e não lave, caso contrário, o resultado será pouco informativo.

Esses dois testes ajudarão a fazer um diagnóstico preciso, pois os sintomas da demodicose podem ser confundidos com muitas outras doenças com quadro clínico semelhante, por exemplo, dermatite, lúpus eritematoso sistêmico, rosácea, acne, acne, foliculite e muito mais. Portanto, você não deve se diagnosticar independentemente, contando apenas com os sintomas descritos na Internet.

Após a aprovação de todos os testes para demodicose, recomenda-se que o paciente seja examinado por especialistas relacionados. Esta lista inclui:

  • gastroenterologista;
  • endocrinologista;
  • dermatologista;
  • ginecologista;
  • nutricionista;
  • imunologista.
Cleanvision  Todos os métodos de tratamento popular e de catarata clássica

Como curar a demodicose das pálpebras

O regime de tratamento padrão para demodicose palpebral em humanos é caracterizado por vários componentes. Esta é uma dieta, tratamento médico, procedimentos fisioterapêuticos e remédios populares. Se o carrapato demodex afetar a pálpebra, também será obrigatório nos cílios dos olhos, o regime de tratamento é o mesmo nos dois casos.

O regime de tratamento para demodicose das pálpebras, olhos e rosto:

  • Higiene das pálpebras: limpeza da superfície e raízes dos cílios com soluções anti-sépticas, blefarosshampoos, toalhetes oftálmicos.
  • Massagem, procedimentos fisioterapêuticos.
  • Tratamento antibacteriano.
  • Anti-histamínicos (antialérgicos).
  • Terapia anti-inflamatória.
  • Gotas lacrimais e géis.

O tratamento da blefarite por demodicose é de longo prazo, dependendo da gravidade do processo, da quantidade de semeadura com carrapato subcutâneo Demodex, complicações associadas e a causa subjacente da demodicose. Em média, a remissão estável pode ser alcançada em um a dois meses.

Dieta

Com blefarite transmitida por carrapatos, é recomendável comer mais vegetais e frutas. Limite o número de produtos que podem provocar uma onda de sangue no rosto, como especiarias, álcool, temperos picantes, café.

É aconselhável reduzir a quantidade de sal e açúcar. Remova cacau, fritos, laranjas, clara de ovo, limões, carnes defumadas, grapefruit, chocolate, tangerinas da dieta. Para consumir produtos lácteos fermentados, complexos vitamínicos, fibras vegetais, vegetais mais.

Como fazer massagem nas pálpebras com demodicose

A massagem palpebral com demodicose é um dos tipos de fisioterapia prescritos. No tratamento de demodex nos cílios, terapia de ozônio, magnetoterapia, eletroforese, aquecimento também são usados.

A massagem com blefarite demodécica deve ser realizada após os cílios e as pálpebras do vaso sanitário. Feche os olhos, use as pontas dos dedos para fazer movimentos circulares sobre as pálpebras, da borda à periferia, ao longo da saída das glândulas sebáceas. Uma massagem leve uma vez ao dia por 15 minutos será suficiente. Após a massagem, é necessário remover as escamas esfoliadas e limpar a borda da pálpebra com um cotonete.

Terapia de medicação

No tratamento da demodicose, são utilizados cremes, pomadas para os olhos, colírios, géis, soluções anti-sépticas, xampus para cílios. Todos os medicamentos são eficazes em uma sequência complexa e estrita, não pule nenhum dos procedimentos prescritos por um médico.

Medicamentos para o tratamento da blefarite transmitida por carrapatos:

  • colírio para demodicose: substitui as lágrimas com olhos secos ("Deflisez", "Lágrima", "Lágrima natural");
  • geles para os olhos: Blefarogel, Oftagel, Differin;
  • pomadas para os olhos: com um antibiótico (ciprofloxacina, tetraciclina, gentamicina, metronidazol é muito eficaz contra a demodicose, por exemplo, na pomada Stop-Demodex); anti-inflamatório (dexametasona, zinco, hidrocortisona, prednisolona);
  • solução anti-séptica: “Clorexidina”, “Furacilin”, “Dimexide”;
  • colinomiméticos: "Fosfatol", "Carbachol", "Fisostigmina", "Tosmilen";
  • com ação combinada: cremes ("Demazol", "Manting", "Demalan") de demodicose;
  • vitaminas: "Complexo de luteína", "Taufon".

Em mais detalhes sobre o tratamento médico da blefarite demodécica, o dermatovenerologista dirá no vídeo:

Remédios populares

O tratamento da demodecose ocular com remédios populares deve ser coordenado com um oftalmologista, a terapia é prescrita em conjunto com medicamentos.

Como tratar a blefarite demodécica:

  • óleo essencial de eucalipto, absinto;
  • creosol;
  • como anti-séptico, você pode usar uma decocção de camomila, sálvia, tansy, tília;
  • lavar com sabão de alcatrão;
  • loções da decocção de groselha preta;
  • limpe a pele com vodka;
  • pomada sulfúrica, ictiol;
  • limpe os olhos com uma decocção de calêndula;
  • suco de aloe, uma solução aquosa de mel natural é usada como colírio;
  • óleo de mamona;
  • ácido salicílico, carbólico;
  • alcatrão.
Cleanvision  Exercício muscular dos olhos

Assista a um vídeo útil sobre o tratamento da demodicose em casa com um orador e outras ervas de um dermatologista:

Complicações

Na ausência de tratamento, a demodicose se desenvolve da forma aguda para a crônica ou adquire um curso ondulatório. Isso geralmente causa neurose, depressão ou outros distúrbios psicóticos nos pacientes. Com um longo curso crônico, a borda da pálpebra pode ser deformada, marcada e as bordas externas da pálpebra são suavizadas. Isso pode levar ao crescimento inadequado dos cílios (interno) ou à sua ausência.

Complicações da demodicose dos olhos:

  • conjuntivite;
  • blefarite;
  • síndrome do olho seco com produção prejudicada da camada lipídica do filme lacrimal do globo ocular;
  • ceratoconjuntivite.

Cuidados e contra-indicações

Para o tratamento da demodicose ocular, é necessário:

  1. Limite de água e tratamentos térmicos, saunas, piscinas, salas de vapor. Um aumento de umidade ou temperatura ambiente contribui para o desenvolvimento do parasita.
  2. Recomenda-se seguir uma dieta.
  3. É proibido o uso de cosméticos até a recuperação completa, pois é um fator adicional favorável ao crescimento e reprodução do carrapato demodex.
  4. Qualquer procedimento de pele é contra-indicado: limpeza, máscaras, cascas.
  5. É necessário cancelar toda a terapia hormonal.
  6. Após passar por todas as etapas do tratamento, é necessário refazer o teste do número de carrapatos nos cílios e um exame microscópico de raspagem da pele.

Cuidados adequados, tratamento das pálpebras e cílios, uma descrição de todos os procedimentos para demodicose ocular, contra-indicações – o médico irá lhe dizer os detalhes:

Prevenção

Na infecção primária do carrapato, a base da prevenção é um aumento geral da imunidade humana, tratamento de doenças básicas e oftalmológicas, observação da higiene ocular, alternância de estresse visual e repouso, visitas regulares ao optometrista para um exame de rotina.

Quanto ao curso crônico e recorrente da demodicose ocular, a prevenção visa prevenir a auto-infecção:

  1. Use toalhetes descartáveis ​​para esfregar os olhos.
  2. Antes de dormir, coloque um pano descartável em cima do travesseiro.
  3. Após a massagem nas pálpebras, você precisa lavar todo o rosto.
  4. Trate a pele do rosto com loções para álcool.
  5. Desinfecte as lâminas também.
  6. Limite o contato corporal com o seu rosto.
  7. Trate os óculos com um anti-séptico.
  8. Todos os cosméticos, ferramentas de aplicação, cílios postiços e lentes de contato devem ser desinfetados ou descartados.

Observando todas essas regras, você pode ter certeza de que a demodecose curada nos olhos não aparece novamente ou se espalha para outras áreas da pele através de itens domésticos.

Salve o artigo nos favoritos, compartilhe-o com amigos e conhecidos nas redes sociais, descreva seus métodos de tratamento da demodicose nos comentários, seja saudável. Olhos lacrimejantes na rua o que fazer, estude o link.

Cleanvision Portugal